«

»

Jun 17

Queimar gorduras, perder peso, emagrecer e definir os músculos, é resultado de controle calórico, balanço hormonal e exercícios

Acesso imediato ao Curso Gratuito!

Digite seu nome e e-mail:

Odiamos Spam! Sua privacidade será mantida.

Queimar gorduras, perder peso, emagrecer e definir os músculos, é resultado de controle calórico, balanço hormonal e exercícios.

Hora do treino

Olá tudo bom?! Um dos meus objetivos ao criar este site foi o de ajudar pessoas que buscam ficar em forma, independente se ela é bastante familiarizada com a prática da musculação ou não. Por isto, de tempos em tempos escrevo textos que são úteis para qualquer pessoa que deseja ficar com o corpo mais bonito e a saúde em dia, e que não tenha experiência com a nutrição esportiva e treinamento, consiga ler e de alguma forma aplicar estes conhecimentos no seu dia a dia. De vez em quando escrevo um texto mais técnico para também dar minha opinião para quem já tem o hábito e a prática da musculação, exercícios físicos e nutrição balanceada, em sua rotina.

Hoje, vamos a mais um destes textos mais técnicos construídos pelo conhecimento de fisiologia do exercício e bioquímica aplicada. Tentarei fazê-lo o mais simples que conseguir, ao mesmo tempo com foco na ciência pois, acredito ser este o melhor caminho para alcançar resultados.

Vou tentar lhe mostrar hoje que, queimar gorduras, perder barriga, emagrecer e mesmo melhorar a definição muscular (para quem já treina, musculação ou outro esporte), é resultado da combinação de nutrição saudável e inteligente, exercícios (incluindo musculação ou exercícios de força), controle hormonal, e balanço calórico adequado.

Para quem está começando agora e precisa perder peso, emagrecer, criei 2 mini-cursos diferentes, porém que se completam na busca por este conhecimento, um em vídeos e outro por e-mails. Para ter acesso aos dois, você precisa me avisar preenchendo os formulários de inscrição para cada um, separadamente. Caso você queira conhecê-los, bastar clicar no links deles. Aqui vão eles:

Faça exercícios e de preferência combinando musculação e aeróbios.

Para quem busca ficar com o corpo mais bonito e definido, fazer exercícios é parte fundamental do processo. Você até consegue perder peso e diminuir as gorduras do corpo sem fazer exercícios porém, este esquema (somente dieta) terá um custo nada agradável para o seu metabolismo, facilitando o efeito sanfona, e o ganho de peso novamente pois, viver em “dieta” (no sentido de restrição alimentar que causa dor e sofrimento, e que é temporário) não dá, e isto eu concordo com quem assim o diz.

No artigo “Por que mais de 90% das dietas falham quando o objetivo é perder gorduras” eu explico com mais detalhes porque viver de dieta não é uma boa opção para perder peso e principalmente, fazer deste o seu estio de vida. Resumidamente, o corpo não sabe diferenciar o que é dieta de inanição e para isto, ele liga o modo “de sobrevivência” acionando mecanismos que farão você engordar ao final da sua dieta restritiva. Vale a pena você abrir uma nova aba aí e ler o artigo depois. Clique aqui para deixar ele preparado aí para lê-lo.

Mas, por que fazer exercícios e principalmente, musculação e aeróbios, será sempre a melhor opção?

Porque através da musculação você preserva e/ou ganha massa muscular e assim pode aumentar a sua TMB(taxa metabólica basal-energia que seu corpo gasta diariamente- Clique aqui para calcular a sua), além de ter um gasto calórico considerável (o que faz a “dieta” não ser tão restritiva) e através do aeróbios você aumenta a queima de gorduras do seu corpo. Este processo de queima chama-se Oxidação e a oxidação dos Lipídios (moléculas de gorduras) têm suas particularidades e você precisa conhecê-las para colocar o seu corpo queimando mais gorduras. É sobre estas particularidades que falarei hoje.

Tipos de Lipídios

Existem três classes principais de lipídios (gorduras): Os lipídios simples, os compostos e os derivados.

Os Lipídios simples consistem sobretudo de Triacilgliceróis (ou triglicerídeos) e são a principal forma de armazenamento de gorduras no nosso corpo, mais de 95%. A maior parte é armazenada no tecido adiposo e uma pequena parte é armazenada no fígado e nos músculos (músculo esquelético para ser mais exato). Sabendo que uma parte tem de ficar armazenada nos músculos, já fica mais fácil entender e imaginar porque é melhor colocar os músculos a queimar estas gorduras do que eliminá-las através somente da dieta. Com os exercícios você as queima e de quebra aumenta a massa muscular e sua eficiência. Além de ficar com o corpo mais bonito. ;)

Focaremos nossa discussão nos lipídios simples pois estes são os que nos mais interessam porém, para você conhecer, os outros são os Lipídios compostos, cujo os principais grupos são os glicolipídios, esfingolipídios, fosfoglicerídios e lipoproteínas. Estas aqui, você já ouviu falar delas com certeza pois são a principal forma de transporte de gorduras no sangue: HDL, LDL, VLDL. E por fim, os lipídios derivados que são derivados de lipídios simples e compostos. O mais famoso deles chama-se Colesterol.

Controle calórico e hormonal significa dizer, “alimente-se com qualidade na quantidade certa e gaste energia.”

Para perder peso com qualidade, emagrecer, queimar as gorduras e ficar com o corpo mais bonito e em boa forma, gastar energia através do exercícios é necessário e fundamental porém, se você não alimentar corretamente e em quantidades adequadas, o processo todo fica prejudicado. É necessário fazer um déficit calórico ( gastar mais energia do que consumir), no entanto, ao mesmo tempo, mesmo que se faça o déficit mas não escolha alimentos inteligentes, o corpo não irá perder gorduras. Pode-se até perder peso mas este peso não será somente de gorduras. Veja, o nosso corpo Não é uma matemática mas sim…

Uma Biologia…

Sou capaz de afirmar que você provavelmente já ouviu alguém lhe falar (ou falar com algum amigo(a) ) que você come demais e que por isto não entra em forma. Olha, fazer o balanço calórico (o quanto você deve alimentar) faz parte do processo de perda de gorduras e do processo de ganho de massa muscular. Cada caloria conta, sem dúvida… Ao mesmo tempo, não alimentar-se com qualidade faz com que seu corpo acione hormônios e enzimas que em última instância, farão de tudo para seu corpo NÃO perder as gorduras, é o instinto de sobrevivência, por isto, dieta somente é de longe a Pior estratégia para queimar gorduras.(Novamente, caso você queira participar dos cursos, clique aqui para os vídeos e clique aqui para o processo dos 7 dias).

Para que se queime as gorduras através dos exercícios, o nosso corpo dispara uma cascata de reações enzimáticas e hormonais que acontecem ao mesmo tempo e por isto quero lhe explicar um pouco mais sobre elas.

Estas reações enzimáticas e hormonais são sensíveis aos estímulos que damos ao corpo, como por exemplo, uma corrida ou uma série de musculação.

Ao perceber este estímulo do exercício, o corpo reajusta-se para responder ao mesmo, fazendo assim o que for necessário para gerar energia suficiente para suportar aquela demanda imposta a ele. Dessa forma ele aciona hormônios que por sua vez acionam enzimas e estas catalizam (aceleram) os processos de liberação de energia das reservas de substratos, carboidratos e gorduras.

Assim o que deve-se fazer é direcionar os estímulos para otimizarem a Oxidação de gorduras e acredite, exercícios de leve a moderados oxidam gorduras através de um processo chamado…

LIPÓLISE

É aqui que entram as relações hormonais na “equação” GASTAR ENERGIA x NUTRIÇÃO BALANCEADA.

A Lipólise, que significa dizer “quebra de lipídios”, é aumentada através dos exercícios. Os Lipídios simples (Triglicerídios) são armazenados, em sua maior parte, no tecido adiposo, e em menor quantidade no fígado e nos músculos. Ao se fazer exercícios, são oxidados (queimados) os triglicerídios musculares e a medida que o tempo de exercício vai se aumentando, mais gorduras são queimadas. Acontece que o triglicerídio não é queimado diretamente. Ele precisa antes ser degradado em ácidos graxos e glicerol (Triglicerídios são constituídos de 3 moléculas de ácidos graxos e 1 de glicerol) para depois ser oxidado e este processo é mediado, adivinhe, através de hormônios e enzimas.

Os hormônios que começam a circular no nosso corpo e acionam a enzima que quebra os triglicerídios são as Catecolaminas (adrenalina e noradrenalina), cortisol e hormônio do crescimento. Estes fazem com a enzima HSL (chamada Lipase sensível a hormônios) aumente sua atividade e assim ela acelere (catalize) a quebra da gordura do tecido adiposo que logo vai para a circulação sanguínea e entra no músculo para ser oxidada. Fiz este desenho esquemático para você entender melhor. Veja:
mobilização de triglicerídios

Legal!

Você vai treinar, faz sua musculação com seu aeróbio, mobiliza muito lipídio, gasta energia e queima gordura. Lembre-se que agora há pouco, eu te disse que o nosso corpo queima gorduras, principalmente em exercícios leves e moderados (nos intensos também mas isto é discussão para outro artigo) e isto significa dizer que queima também quando você está fazendo atividades que não são tão intensas como exercícios físicos. Os exercícios aumentam ainda mais a queima de gorduras.

Neste ponto é que entra a alimentação balanceada e de qualidade.

Depois de você ter gasto muita caloria e queimado muita gordura vem o restante do dia no qual sua alimentação também irar gerar estímulos no corpo. É aqui que a coisa pega! rsrs…

Após a ingestão de alimentos a glicemia (glicose no sangue) aumenta e aí, outro poderoso hormônio entra em ação. É tão poderoso que segura a “onda” dos outros 4 que citei para você, inibindo suas atividades. Este hormônio poderoso chama-se Insulina. A insulina abaixa a glicemia do sangue, e repõe as reservas de glicose (glicogênio muscular e hepático). Quando a quantidade de alimento ingerido está ok, dentro das suas necessidades calóricas, tudo bem. Quando a quantidade está em excesso e as reservas de glicose foram abastecidas, o que acontece com o resto da energia ingerida? Isso mesmo, se você desconfiou que acumulam no tecido adiposo está certo: Transformam-se em Gordura!

Mais um vez recomendo que você participe dos 2 mini-cursos que criei para entender isto tudo melhor. Aqui vão os links novamente, lembrando que cada processo é individual e você precisa fazer 2 inscrições para fazer os cursos, uma para cada um:

A insulina também é um hormônio, logo ela também provoca reações enzimáticas, que por sua vez também acionam mecanismos nas células adiposas. Então, eu coloquei mais informações no desenho para você compreender que, uma das ações da insulina é estimular outra enzima chamada Lipase Lipoproteica (LPL) que faz aumentar o acúmulo de gorduras nas células além de INIBIR a atividade da outra enzima que facilita a queima de gorduras, a Lipase sensível a hormônios (HSL). Sendo assim, muita insulina no corpo significa estocar energia. Veja:
Deposição de Triglicerídios

Nesta interação hormonal, a insulina, em situação que não seja exercícios físicos, terá uma forte ação estimulando a deposição de lipídios e inibindo a mobilização dos lipídios. Quanta mais insulina no corpo, mais deposição de lipídios, tão importante quanto quantidade de alimentos é também a qualidade.

Leia os artigos “Dietas Balanceadas-entenda como tudo funciona – Clique aqui” e “8 motivos porque você deve ingerir carboidratos complexos e proteínas de qualidade – Clique aqui” para entender mais sobre balanceamento e qualidade no alimentos.

Fechando por hoje

Vou fechando por hoje desejando sucesso para você nos seus objetivos e bons treinos! Caso você queire calcular as suas necessidades calóricas Clique aqui para ir até as calculadoras e depois, simule um cardápio para você no Montador de Cardápios mais rápido e fácil de se usar!;) Clique aqui para ir até o montador.

Novamente, te incentivo muito a participar dos dois processos. Aqui vão os links:

Referências para estudo:

Um grande abraço!
Alexandre Magno

Receba as atualizações deste Blog em seu email. Clique aqui.



This site is protected by WP-CopyRightPro