«

»

Out 13

O que fazer antes, Musculação ou o aeróbio?

Acesso imediato ao Curso Gratuito!

Digite seu nome e e-mail:

Odiamos Spam! Sua privacidade será mantida.

O que fazer antes, Musculação ou o aeróbio?

Neste artigo vamos ter uma breve discussão sobre esta questão muito comum pelas pessoas que buscam mais definição muscular.

.

Já fui várias vezes abordado por esta pergunta: “Alexandre, faço o aeróbio antes ou depois da musculação?” Para responder esta pergunta vou apresentar a você argumentos baseados na fisiologia do exercício, especialmente ao tocante no que diz respeito à Regulação do Metabolismo da Glicose e da Gordura durante o Exercício.

Desde já, quero deixar para você que esta não é a regra universal para se fazer exercícios pois há pessoas que se sentem melhores fazendo o aeróbio antes da musculação mas, minha sugestão para quem busca mais Definição Muscular, sempre será fazer a Musculação primeiro e o aeróbio depois. Além disto, fazer um treinamento que alterne partes aeróbias com partes anaeróbias pode ser uma estratégia eficiente para deixar o treino diferente, mais motivante, entre outras situações que um profissional da área pode achar melhor aplicá-la devido a alguma circunstância específica.

OBS. Esta questão que abordaremos (musculação antes e aeróbio depois) se aplica principalmente para aquelas pessoas que fazem exercícios de musculação e exercícios aeróbios na mesma sessão.

Musculação primeiro, aeróbio depois.

A musculação é um exercício classificado como sendo anaeróbio, ou seja, um exercício em que a presença de oxigênio se faz menor para a geração de energia do que o exercício aeróbio, este é feito o tempo todo com a presença de oxigênio. Uma vez que é necessário uma intensidade de esforço maior para exercícios anaeróbios, o principal substrato (nutriente) que libera energia mais rápido para gerar energia para a contração muscular é a glicose. A glicose é armazenada no nosso corpo, nos músculos e no fígado, em uma forma mais complexa chamada Glicogênio. Uma vez que você manda os sinais para o corpo (através do exercício) ele começa a “quebrar” o glicogênio, liberando a glicose e esta entra na célula para liberar a energia para a contração muscular.

A questão toda é que a Regulação do metabolismo da glicose e da gordura é feita através de hormônios que controlam estes processos e a quantidade destes hormônios no sangue durante o exercício está intimamente ligada ao tamanho e tempo do esforço, mais costumeiramente chamados de intensidade e volume. Os hormônios que fazem este controle são o glucagon, a adrenalina, a noradrenalina e o famoso Cortisol. Para a regulação do metabolismo da gordura ainda há uma participação importante do hormônio do crescimento. Cada um destes hormônios age e se comporta de forma específica durante o aumento do esforço e portanto não vou explicar cada um detalhadamente para o artigo não ficar muito extenso, cansativo e de difícil compreensão.

Como funcionam?

Se você faz um esforço com intensidade grande como a musculação, anaeróbio, o corpo sinaliza para o glucagon, a adrenalina, a noradrenalina e o Cortisol para aumentarem a quantidade de glicose no sangue através da quebra do glicogênio muscular e hepático e através da geração de glicose a partir de gorduras e por final, proteínas.

A medida que você vai fazendo exercício,as reservas de glicogênio (que são bem mais limitadas) vão diminuindo e daí o corpo começa aumentar a “quebra” da gordura através daqueles hormônios e também com a ajuda do hormônio do crescimento.

Pense comigo, se na musculação você fica ofegante, pois fez um esforço grande para movimentar os pesos, fica mais fácil entender que a glicose liberada foi maior para fazer o exercício, diminuindo assim as reservas de glicogênio muscular, ou seja, você gastou muita glicose durante a musculação. Quando você for fazer o exercício aeróbio logo após a musculação, a velocidade de utilização das gorduras, mais especificamente dos triglicerídeos e ácidos graxos livres, será maior, ou seja, diminuindo o tempo necessário para aumentar a participação das gorduras na realização do exercício!

Seguindo este raciocínio, você treinará melhor a musculação, pois tem mais glicogênio para o treino e “queimará” mais gordura durante o aeróbio pois você gastou muita glicose antes e assim o corpo começará a oxidar as gorduras mais rapidamente para realizar o exercício!

Por isto tudo é que se deve fazer a musculação antes do aeróbio. Você queimará mais gorduras durante a sessão sem deixar de treinar bem sua massa magra, indo em direção a mais definição muscular…

Um grande abraço e até a próxima!

  • Busque por promoções de tênis, camisetas e artigos esportivos em nosso site!

Receba as atualizações deste Blog em seu email. Clique aqui.



This site is protected by WP-CopyRightPro