«

»

Nov 11

Muito carboidrato, emagrece ou engorda?

Acesso imediato ao Curso Gratuito!

Digite seu nome e e-mail:

Odiamos Spam! Sua privacidade será mantida.

Carboidratos emagrecem ou engordam?

macarronada

Os carboidratos são aquele macronutrientes que muitas vezes levam a fama de vilão e uma má reputação. Considerando que você quer ficar em forma, emagrecer e definir, você precisa entendê-los para fazê-los trabalhar a seu favor.

Mas como tudo funciona? O que os carboidratos fazem no nosso corpo que nos faz engordar? Ou, no mínimo, atrapalhar nosso trabalho de definição?



Evidências: Carboidratos nos engordam

Há evidências crescentes de que os carboidratos contribuem para o armazenamento de gorduras no nosso corpo, no entanto, eliminá-los inteiramente da dieta, não é a melhor solução. Muitos deles ajudam na saúde na medida de que oferecem proteção para alguns tipos de câncer e outra doenças. Outros possuem fibras que também auxiliam na manutenção do peso. Cientistas de uma Universidade chamada Universidade de Connecticut demonstraram em um estudo que pessoas que ingeriram somente 46g de carboidratos por dia perderam em média 3kg de gorduras e ganharam 1kg de massa magra em 6 semanas. É importante você saber que a demanda energética varia de pessoa para pessoa e também em função do treinamento. Então, como fazer?

Se o objetivo é emagrecimento e definição.

Se seu objetivo for emagrecer e definir (para aquelas pessoas que não estão acima do peso mas desejam ficarem mais definidas, é necessário perder gorduras) é importante você saber um conceito interessante chamado índice glicêmico. O índice glicêmico nos informa a velocidade com que o carboidrato é transformado em glicose.Carboidratos simples são aqueles que possuem uma ou duas moléculas de açúcar, como por exemplo, a sacarose (açúcar de mesa), a frutose (encontrada em frutas) e a lactose (encontrada em laticínios). Outros carboidratos, chamados complexos, são aqueles que apresentam mais de duas moléculas de açúcar, como pães, massas, arroz e batatas. Pode acontecer de uma carboidrato simples ser nutritivo (por exemplo o carboidrato de uma maçã) e outro não ( por exemplo o açúcar puro).

Conhecendo índice glicêmico dos alimentos você pode preparar suas refeições de forma a colocar seu corpo a funcionar em direção a seus objetivos. Normalmente, alimentos de alto índice glicêmico (daqui em frente chamarei simplesmente de IG) são menos nutritivos do que os de baixo índice glicêmico.

Entendendo como tudo funciona.

Quando você ingere alimentos de alto IG, o sangue fica cheio de açúcar rapidamente e aí o corpo lança mão de um poderoso hormônio para reduzir esta glicose no sangue: A Insulina. Ela entrará em ação transformando todo o excesso de glicose em gorduras. Primeiro ela manda a glicose para dentro das células para serem utilizadas como energia e depois estoca a gordura. Não entenda isto como um fato ruim. Isto é necessário pois o nosso corpo tende a armazenar a energia para utilizá-la quando for necessária. É o nosso instinto de sobrevivência.

Agora, imagina o que acontece quando você ingere um alimento de alto IG repleto de gorduras e de quebra, sem fazer nenhum exercício?

A insulina é tão poderosa que rapidamente a glicose no sangue começa a descer e você sente aquela fomezinha feroz logo em seguida. (Pessoas que possuem problemas neste mecanismo encontram-se em um quadro chamado diabetes mellitus, que não impede ninguém de treinar, temos vários campeões na história do esporte que eram diabéticos, mas que requerem ter uma rotina alimentar ainda mais certinha.)

Quando você ingere um alimento de Baixo IG, a digestão do mesmo se dá de forma lenta, fazendo com que o seu corpo tenha tempo suficiente para aproveitar a energia da glicose e avisando para a insulina que não precisa entrar em ação tão rapidamente para armazenar esta energia em forma de gordura. Somado ao seu treinamento, a energia é então aproveitada para outras coisas mais interessantes como a Construção e reparação Muscular! Legal não? E o melhor disto tudo é que além de deixar seus músculos mais fortes, o baixo IG não te fará ter aquela fome feroz em pouco tempo logo após a refeição. Dessa forma você irá: Desenvolver sua massa magra, acumular menos gorduras, ter mais energia para o dia e com o apetite sob controle!

Na continuação deste artigo (Veja o artigo“Músculos, carboidratos, índice glicêmico e carga glicêmica” – Clique aqui para ir até ele)te ensinarei mais sobre a insulina, índice glicêmico (IG) e carga glicêmica (CG). Sabendo tudo isto você ficará muito mais experientes na hora de montar seu cardápio para o dia a dia bem como para a hora do pré treino e pós treino. Não perca!

Um grande abraço e até a próxima!

  • Busque por promoções de tênis, camisetas e artigos esportivos em nosso site!

Receba as atualizações deste Blog em seu email. Clique aqui.



Mais Musculação, Emagrecimento, Treinamento e Definição

This site is protected by WP-CopyRightPro